Portuguese English Spanish
Interface
Adjust the interface to make it easier to use for different conditions.
This renders the document in high contrast mode.
This renders the document as white on black
This can help those with trouble processing rapid screen movements.
This loads a font easier to read for people with dyslexia.
Busca Avançada
Você está aqui: Especial: monkeypox

Especial: monkeypox

Desde maio de 2022, casos de monkeypox têm sido relatados em países onde a doença não é endêmica. Confira a cobertura especial com as contribuições de pesquisadores do Instituto no enfrentamento do surto
Por Jornalismo IOC29/06/2022 - Atualizado em 25/07/2022

Partícula viral de monkeypox. Foto: CDC/ Cynthia S. Goldsmith, Russell Regnery

Declarado, no dia 23 de julho, como Emergência de Saúde Pública de Interesse Internacional pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o atual surto de monkeypox começou a ser notado em países onde a doença não é endêmica a partir de maio deste ano. Pertencente ao gênero Orthopoxvirus, que também compreende os patógenos responsáveis pelas varíolas humana e bovina, a infecção por monkeypox vírus (MPXV) causa inchaço dos gânglios linfáticos, aparecimento de lesões na pele, febre, fraqueza, além de dores intensas de cabeça e no corpo.

Confira, abaixo, a listagem de notícias com a cobertura especial sobre as contribuições de pesquisadores do Instituto.

Direcionamento visa combater estigmas e preconceitos e evitar maus tratos aos animais
Microrganismo pertence à linhagem responsável pelo atual surto no mundo
Laboratório de Enterovírus do IOC é formalizado como referência para diagnóstico laboratorial de casos suspeitos provenientes de toda a região Nordeste
Capacitação ministrada pelo Laboratório de Enterovírus do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) foi uma iniciativa integrada da OPAS/OMS, Ministério da Saúde e Fiocruz
Capacitação integrada da OPAS, Ministério da Saúde e Fiocruz visa otimizar a vigilância na região das Américas
Infecção pertence ao mesmo grupo da varíola humana. Doença já se espalhou por mais de 88 países, com mais de 30 mil infectados
Desde maio de 2022, casos de monkeypox têm sido relatados em países onde a doença não é endêmica. Confira a cobertura especial com as contribuições de pesquisadores do Instituto no enfrentamento do surto
Por: 
jornalismo

Partícula viral de monkeypox. Foto: CDC/ Cynthia S. Goldsmith, Russell Regnery

Declarado, no dia 23 de julho, como Emergência de Saúde Pública de Interesse Internacional pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o atual surto de monkeypox começou a ser notado em países onde a doença não é endêmica a partir de maio deste ano. Pertencente ao gênero Orthopoxvirus, que também compreende os patógenos responsáveis pelas varíolas humana e bovina, a infecção por monkeypox vírus (MPXV) causa inchaço dos gânglios linfáticos, aparecimento de lesões na pele, febre, fraqueza, além de dores intensas de cabeça e no corpo.

Confira, abaixo, a listagem de notícias com a cobertura especial sobre as contribuições de pesquisadores do Instituto.

Permitido a reprodução sem fins lucrativos do texto desde que citada a fonte (Comunicação / Instituto Oswaldo Cruz)