Portuguese English Spanish
Interface
Adjust the interface to make it easier to use for different conditions.
This renders the document in high contrast mode.
This renders the document as white on black
This can help those with trouble processing rapid screen movements.
This loads a font easier to read for people with dyslexia.

vw_cabecalho_novo

Busca Avançada
Você está aqui: Notícias » De Smirna ao Rio de Janeiro

De Smirna ao Rio de Janeiro

Moussatché nasceu em 1910, em Smirna, Turquia, e imigrou para o Brasil aos três anos. Neste momento inicial, a biologia e Oswaldo Cruz já atravessariam seu caminho
Por Jornalismo IOC23/03/2010 - Atualizado em 21/11/2019

::próxima::

Moussatché nasceu em 1910, em Smirna, Turquia, e imigrou para o Brasil aos três anos. Neste momento inicial, a biologia e Oswaldo Cruz já atravessariam seu caminho. Segundo ele, em entrevista concedida em 1985, com medo da febre amarela, muitos imigrantes preferiam ir à Argentina, mas ele conta que “houve um acontecimento fundamental nessa ocasião: Oswaldo Cruz acabou com a febre amarela. Essa notícia ainda não tinha chegado a Smirna e ao Oriente. Muita gente que vinha de lá ainda procurava a Argentina. Quando desembarcavam aqui, constatavam que era uma terra em que se podia viver perfeitamente”.
 

Arquivo pessoal/Renato Cordeiro

 

 Moussatché decidiu-se pela fisiologia em uma de suas aulas com Álvaro Ozório de Almeida

 

Vivendo em Niterói, Moussatché fez o curso primário e secundário no Instituto Universitário Fluminense. Depois, ingressou na Escola de Medicina, em 1928, onde teve aulas com Álvaro Ozório de Almeida, Thales Martins e Deolindo do Couto e Silva. Foi em uma das aulas de Ozório de Almeida que ele se decidiu sobre a carreira. “Fiz um bom curso no primeiro ano. No segundo, fui assistir a uma aula e tive muita sorte. Depois de um longo período fora da escola, Álvaro Ozório de Almeida voltava a dar o curso de fisiologia. Na aula inaugural, ele explicou como os fenômenos vivos ocorrem perfeitamente de acordo com os princípios fundamentais da Primeira Lei da Termodinâmica. Aquilo foi para mim um deslumbramento. É isso que eu quero estudar: fisiologia."

Decidido, no terceiro ano da faculdade Moussatché procurou Carlos Chagas em sua casa e Evandro Chagas em seu consultório. Com ambos conseguiu a aceitação para fazer, no laboratório, a análise dos doentes que os dois atendiam em ambulatório. Este foi o primeiro contato com o IOC, no qual ingressaria anos mais tarde e se tornaria referência mundial em fisiologia.

Moussatché nasceu em 1910, em Smirna, Turquia, e imigrou para o Brasil aos três anos. Neste momento inicial, a biologia e Oswaldo Cruz já atravessariam seu caminho
Por: 
jornalismo

::próxima::

Moussatché nasceu em 1910, em Smirna, Turquia, e imigrou para o Brasil aos três anos. Neste momento inicial, a biologia e Oswaldo Cruz já atravessariam seu caminho. Segundo ele, em entrevista concedida em 1985, com medo da febre amarela, muitos imigrantes preferiam ir à Argentina, mas ele conta que “houve um acontecimento fundamental nessa ocasião: Oswaldo Cruz acabou com a febre amarela. Essa notícia ainda não tinha chegado a Smirna e ao Oriente. Muita gente que vinha de lá ainda procurava a Argentina. Quando desembarcavam aqui, constatavam que era uma terra em que se podia viver perfeitamente”.
 

Arquivo pessoal/Renato Cordeiro

 

 Moussatché decidiu-se pela fisiologia em uma de suas aulas com Álvaro Ozório de Almeida

 

Vivendo em Niterói, Moussatché fez o curso primário e secundário no Instituto Universitário Fluminense. Depois, ingressou na Escola de Medicina, em 1928, onde teve aulas com Álvaro Ozório de Almeida, Thales Martins e Deolindo do Couto e Silva. Foi em uma das aulas de Ozório de Almeida que ele se decidiu sobre a carreira. “Fiz um bom curso no primeiro ano. No segundo, fui assistir a uma aula e tive muita sorte. Depois de um longo período fora da escola, Álvaro Ozório de Almeida voltava a dar o curso de fisiologia. Na aula inaugural, ele explicou como os fenômenos vivos ocorrem perfeitamente de acordo com os princípios fundamentais da Primeira Lei da Termodinâmica. Aquilo foi para mim um deslumbramento. É isso que eu quero estudar: fisiologia."

Decidido, no terceiro ano da faculdade Moussatché procurou Carlos Chagas em sua casa e Evandro Chagas em seu consultório. Com ambos conseguiu a aceitação para fazer, no laboratório, a análise dos doentes que os dois atendiam em ambulatório. Este foi o primeiro contato com o IOC, no qual ingressaria anos mais tarde e se tornaria referência mundial em fisiologia.

Permitida a reprodução sem fins lucrativos do texto desde que citada a fonte (Comunicação / Instituto Oswaldo Cruz)