Portuguese English Spanish
Interface
Adjust the interface to make it easier to use for different conditions.
This renders the document in high contrast mode.
This renders the document as white on black
This can help those with trouble processing rapid screen movements.
This loads a font easier to read for people with dyslexia.

vw_cabecalho_novo

Busca Avançada
Você está aqui: Notícias » Projeto do IOC é base para campanha do Governo Federal contra dengue

Projeto do IOC é base para campanha do Governo Federal contra dengue

Iniciativa ‘10 minutos contra o Aedes’ foi idealizada a partir de conhecimentos científicos sobre o vetor
Por Maíra Menezes19/02/2024 - Atualizado em 05/03/2024

Idealizado pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), o projeto ‘10 Minutos Contra o Aedes’ está na base da nova campanha do Governo Federal contra a dengue.

No dia 6, o Ministério da Saúde lançou a ação ‘10 minutos contra a dengue’, que propõe à população dedicar 10 minutos por semana para combater os focos do mosquito Aedes aegytpi, transmissor da dengue, Zika e chikungunya. 

A campanha conta com colaboração de artistas, atletas e influenciadores digitais, entre outros, que participam voluntariamente da iniciativa.  

Ministros de Estado também se mobilizaram pelo combate ao vetor em vídeo divulgado nas redes sociais do Governo Federal e do Ministério da Saúde

Em vídeo da campanha '10 minutos contra a dengue', ministros de Estado reforçaram orientações para eliminar criadouros do Aedes. Foto: Reprodução Instagram

O conceito do projeto ‘10 minutos contra o Aedes’ foi desenvolvido por pesquisadores em parceria com profissionais de comunicação do Instituto. 

A proposta considera que o mosquito transmissor da dengue, Zika e chikungunya vive e se reproduz principalmente dentro e ao redor das nossas casas.  

O ciclo de vida do Aedes, do ovo ao mosquito adulto, leva de 7 a 10 dias. Por isso, a limpeza semanal de criadouros é capaz de frear a proliferação do vetor. 

Para orientar a população no combate ao inseto, os especialistas elaboraram um guia de checagem que aponta criadouros comuns no ambiente doméstico, que podem ser vistoriados em apenas 10 minutos (acesse aqui). 

A estratégia foi inspirada numa ação adotada em Cingapura. Em 2005, o país asiático conseguiu interromper o pico de uma epidemia de dengue com ações semanais da população dentro de suas residências.  

Confira postagens da campanha do Governo Federal e Ministério da Saúde.

Iniciativa ‘10 minutos contra o Aedes’ foi idealizada a partir de conhecimentos científicos sobre o vetor
Por: 
maira

Idealizado pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), o projeto ‘10 Minutos Contra o Aedes’ está na base da nova campanha do Governo Federal contra a dengue.

No dia 6, o Ministério da Saúde lançou a ação ‘10 minutos contra a dengue’, que propõe à população dedicar 10 minutos por semana para combater os focos do mosquito Aedes aegytpi, transmissor da dengue, Zika e chikungunya. 

A campanha conta com colaboração de artistas, atletas e influenciadores digitais, entre outros, que participam voluntariamente da iniciativa.  

Ministros de Estado também se mobilizaram pelo combate ao vetor em vídeo divulgado nas redes sociais do Governo Federal e do Ministério da Saúde

Em vídeo da campanha '10 minutos contra a dengue', ministros de Estado reforçaram orientações para eliminar criadouros do Aedes. Foto: Reprodução Instagram

O conceito do projeto ‘10 minutos contra o Aedes’ foi desenvolvido por pesquisadores em parceria com profissionais de comunicação do Instituto. 

A proposta considera que o mosquito transmissor da dengue, Zika e chikungunya vive e se reproduz principalmente dentro e ao redor das nossas casas.  

O ciclo de vida do Aedes, do ovo ao mosquito adulto, leva de 7 a 10 dias. Por isso, a limpeza semanal de criadouros é capaz de frear a proliferação do vetor. 

Para orientar a população no combate ao inseto, os especialistas elaboraram um guia de checagem que aponta criadouros comuns no ambiente doméstico, que podem ser vistoriados em apenas 10 minutos (acesse aqui). 

A estratégia foi inspirada numa ação adotada em Cingapura. Em 2005, o país asiático conseguiu interromper o pico de uma epidemia de dengue com ações semanais da população dentro de suas residências.  

Confira postagens da campanha do Governo Federal e Ministério da Saúde.

Edição: 
Vinicius Ferreira

Permitida a reprodução sem fins lucrativos do texto desde que citada a fonte (Comunicação / Instituto Oswaldo Cruz)