Portuguese English Spanish
Interface
Adjust the interface to make it easier to use for different conditions.
This renders the document in high contrast mode.
This renders the document as white on black
This can help those with trouble processing rapid screen movements.
This loads a font easier to read for people with dyslexia.
Busca Avançada
Você está aqui: Pesquisa » Laboratórios » Laboratório de Zoonoses Bacterianas

Laboratório de Zoonoses Bacterianas

O Laboratório de Zoonoses Bacterianas do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) dedica-se ao estudo da biologia, patologia, patogênese, epidemiologia, ecologia e diversos outros aspectos da leptospirose e de outras zoonoses relacionadas a bactérias dos gêneros CampylobacterYersinia e Listeria.

Realiza, entre suas atividades, a caracterização fenotípica e genotípica de cepas clínicas (humanas e animais), alimentares e ambientais, avaliando a incidência desses grupos de bactérias na população, a presença e expressão de genes de virulência e de resistência a antimicrobianos, além de realizar análise filogenética das cepas.

O Labzoo gerencia e mantém o acervo de três coleções credenciadas: a Coleção de Campylobacter (CCAMP), a Coleção de Listeria (CLIST) e a Coleção de Leptospira (CLEP). Este acervo constitui-se de amostras dos gêneros CampylobacterListeriaYersinia e Leptospira, compreendendo estirpes de referência, amostras clínicas (humanas e animais), de origem alimentar e provenientes do ambiente.

Além das Coleções de Culturas Bacterianas, o Labzoo abriga o Serviço de Referência Nacional para Leptospirose em parceria com diversas instituições no Brasil e no exterior e que, desde 2008, tornou-se o quarto Centro Colaborador da Organização Mundial da Saúde em Leptospirose no mundo, atuando especialmente na América Latina e Caribe.

Chefe do Laboratório de Zoonoses Bacterianas
Deyse Christina Vallim da Silva (Currículo Lattes)

Chefe substituto (a) do Laboratório de Zoonoses Bacterianas
Ilana Teruszkin Balassiano (Currículo Lattes)