Portuguese English Spanish
Interface
Adjust the interface to make it easier to use for different conditions.
This renders the document in high contrast mode.
This renders the document as white on black
This can help those with trouble processing rapid screen movements.
This loads a font easier to read for people with dyslexia.
Busca Avançada
Você está aqui: Pesquisa » Laboratórios » Laboratório de Biologia das Interações

Laboratório de Biologia das Interações

O Laboratório de Biologia das Interações do Instituto Oswaldo Cruz do Instituto Oswaldo Cruz (LBI/IOC/Fiocruz) vem sendo credenciado desde 1998. O nome “Biologia das Interações” reflete nossa visão do mundo biológico e social como sistemas de interações, para o qual queremos contribuir com base na produção intelectual e por meio do debate acadêmico advindo de nossos estudos. Temos como proposta central a geração de conhecimento científico e sua divulgação, visando à promoção da saúde, de modo alinhado aos objetivos do IOC e da Fiocruz. Formamos um Laboratório de Pesquisas para desenvolver pesquisa científica e contribuir para a formação de recursos humanos, buscando a excelência, com abordagens em biomodelos experimentais (in vivo e in vitro), ensaios pré-clínicos, pesquisa clínica, ações de educação e de divulgação científica.

O LBI desenvolve pesquisa em biologia experimental nas áreas de imunopatologia e busca de terapias (e estratégias de multiterapia) em infecções parasitárias e bacterianas, doenças crônicas e degenerativas. Em particular, o LBI contribui de forma diferenciada para o entendimento de aspectos da patogenia da doença de Chagas, focando na cardiomiopatia crônica e nas alterações comportamentais, neurocognitivas e neurodegenerativas, abordando também aspectos de neurobiologia da interação parasita células da glia.

Visamos entender a relação patógeno/hospedeiro e identificar novos alvos terapêuticos de modo a contribuir para melhor prognósticos para as expressões clínicas da doença de Chagas. O LGBI também participa da identificação de novos candidatos vacinais e do delineamento e teste de vacinas multigênicas e teste de vias de imunização para o controle da infecção e desfecho clínico de doenças parasitárias, como parte de colaboração no INCTVacinas.

O LBI tem rede de colaboradores nacionais e internacionais e, tradicionalmente, atua em projetos em redes de colaboração. Também, em colaboração com colegas do IOC e de outras instituições, organizamos disciplinas (como: Vacinas – estado da arte, reflexões e desafios; Tópicos de Neurociências: pavimentando caminhos e novas conexões) e eventos científicos (como: Ciclo Carlos Chagas de Palestras e Simpósio de Neuroinfecções). 

O LBI promove iniciativas ligadas à divulgação da ciência voltada para educação básica e sociedade em geral. Em 2007, o LBI criou, em parceria com a presidência da Fiocruz e outras instituições, o Portal Doença de Chagas (http://chagas.fiocruz.br/), que reúne conhecimento científico atual e aborda aspectos histórico e tem como foco a educação sobre doença de Chagas, divulgação de dados da pesquisa científica e de material didático, educativo e de divulgação. A partir de 2018, o portal passou a ser mais voltado a portadores da doença de Chagas. Atualmente é coordenado em parceria por Rubem Mena-Barreto (LBC/IOC) e Joseli Lannes (LBI/IOC).

O LBI criou e coordenou 10 Edições (2013-2022) do Ciclo Carlos Chagas de Palestras (versões online em 2020, 2021 e 2022), que visa estimular a participação de estudantes e jovens pesquisadores na discussão de temáticas atuais e desafios na pesquisa e saúde pública em doença de Chagas, contando com parcerias com pessoas atingidas por este agravo, pesquisadores e agências de enfrentamento.

Também, uma de nossas iniciativas em divulgação científica é o canal @cienciadivulgada da mídia social Instagram, onde trabalhamos de forma simplificada e popular os conceitos de vacinação, particularmente para Covid-19, para suporte à campanha de vacinação.