Portuguese English Spanish
Interface
Adjust the interface to make it easier to use for different conditions.
This renders the document in high contrast mode.
This renders the document as white on black
This can help those with trouble processing rapid screen movements.
This loads a font easier to read for people with dyslexia.

vw_cabecalho_novo

Busca Avançada
Você está aqui: Notícias » 17ª Conferência Nacional de Saúde

17ª Conferência Nacional de Saúde

Com organização de conferência livre na etapa preparatória e delegação presente na etapa nacional, Instituto contribuiu para a construção coletiva de propostas para o fortalecimento do SUS
Por Maíra Menezes e Vinicius Ferreira10/07/2023 - Atualizado em 08/03/2024

O Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) participou ativamente da 17ª Conferência Nacional de Saúde, realizada de 2 a 5 de julho, em Brasília. O evento reuniu mais de seis mil pessoas para debater as diretrizes e propostas da sociedade que vão subsidiar as políticas públicas de saúde no país nos próximos quatro anos.

A 17ª CNS teve como tema ‘Garantir Direitos, defender o SUS, a Vida e a Democracia - Amanhã vai ser outro dia!’. O evento foi marcado pela diversidade de participantes vindos de todas as regiões do Brasil e pela pluralidade de temas e propostas para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS). 

Entre delegados eleitos e convidados do Conselho Nacional de Saúde e do Ministério da Saúde, o IOC participou da etapa nacional da CNS com uma delegação de 16 pessoas. A diretora do Instituto, Tania Cremonini de Araujo-Jorge, integrou a delegação do Conselho Deliberativo da Fiocruz na Conferência.

Na preparação para o evento, o IOC e entidades parceiras organizaram a Conferência Livre Nacional Ciência e Cidadania no SUS. A maior parte das diretrizes e propostas da conferência livre foi aprovada na etapa nacional, contribuindo para a construção coletiva do SUS.

A delegação apresentou ainda uma moção pela visibilidade das pessoas afetadas por doenças negligenciadas que teve a adesão de mais de 400 assinaturas e será incluída no documento final da 17ª CNS.

Confira a cobertura:

 

Encontro deu continuidade às atividades de mobilização e engajamento na formulação de políticas públicas em Saúde e em Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I)
Instituto teve atuação expressiva na 17ª Conferência Nacional de Saúde. Moção sobre doenças negligenciadas foi aprovada
Texto prevê ações de saúde efetivas em prol das pessoas afetadas por doenças negligenciadas
Delegados eleitos na Conferência Ciência e Cidadania no SUS debatem propostas da sociedade para a saúde
Comissão Organizadora anunciou a grupo que irá para a 17ª Conferência Nacional em Saúde (CNS)
Ação realizada em parceria com diversas entidades integrou as comemorações dos 123 anos do Instituto
Com organização de conferência livre na etapa preparatória e delegação presente na etapa nacional, Instituto contribuiu para a construção coletiva de propostas para o fortalecimento do SUS
Por: 
maira
viniciusferreira

O Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) participou ativamente da 17ª Conferência Nacional de Saúde, realizada de 2 a 5 de julho, em Brasília. O evento reuniu mais de seis mil pessoas para debater as diretrizes e propostas da sociedade que vão subsidiar as políticas públicas de saúde no país nos próximos quatro anos.

A 17ª CNS teve como tema ‘Garantir Direitos, defender o SUS, a Vida e a Democracia - Amanhã vai ser outro dia!’. O evento foi marcado pela diversidade de participantes vindos de todas as regiões do Brasil e pela pluralidade de temas e propostas para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS). 

Entre delegados eleitos e convidados do Conselho Nacional de Saúde e do Ministério da Saúde, o IOC participou da etapa nacional da CNS com uma delegação de 16 pessoas. A diretora do Instituto, Tania Cremonini de Araujo-Jorge, integrou a delegação do Conselho Deliberativo da Fiocruz na Conferência.

Na preparação para o evento, o IOC e entidades parceiras organizaram a Conferência Livre Nacional Ciência e Cidadania no SUS. A maior parte das diretrizes e propostas da conferência livre foi aprovada na etapa nacional, contribuindo para a construção coletiva do SUS.

A delegação apresentou ainda uma moção pela visibilidade das pessoas afetadas por doenças negligenciadas que teve a adesão de mais de 400 assinaturas e será incluída no documento final da 17ª CNS.

Confira a cobertura:

 

Edição: 
Vinicius Ferreira

Permitida a reprodução sem fins lucrativos do texto desde que citada a fonte (Comunicação / Instituto Oswaldo Cruz)